• Ultimas Notícias

    Um ano depois, morte do secretário Fabrício Alves continua sem respostas e camalauenses pedem justiça




    Neste domingo, 28, completou um ano do assassinato do então secretário se infraestrutura de Camalaú Fabrício Alves, e até agora o crime continua sem respostas e sem elucidação.

    Familiares e muitos amigos clamaram por justiça no dia de ontem através das redes sociais como forma de mobilização para lembrar a morte do secretário cujo crime não foi solucionado.

    Os camalauenses acreditam que toda mobilização pode pressionar as autoridades a buscarem uma resposta de forma mais efetiva para o assassinato.

    Relembre o Caso

    No dia do crime, Fabrício estava acompanhado de sua família e amigos.Ele estava participando de um chá de bebê no Sítio Pitombeira, quando foi registrado o crime

    Fabrício Alves foi assassinado a tiros quando dois homens chegaram ao local em uma moto. Um deles se aproximou de Fabrício e efetuou cerca de três tiros na região da cabeça da vítima.

    FÁBIO BRITO

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    ad728